agosto 20, 2016

10 HÁBITOS NÃO-CLICHÊS PARA SE MANTER SAUDÁVEL NESSE INVERNO

10 HÁBITOS NÃO-CLICHÊS PARA SE MANTER SAUDÁVEL NESSE INVERNO

Ok, nós ainda temos um mês de inverno. Ou apenas um mês de inverno, já que o celular rouba nossos minutos e faz com que as vinte quatro horas do dia sejam vazias e corridas, tudo ao mesmo tempo. Sendo assim, já deveríamos estar pensando no projeto verão eu acho, rs.

Bom, eu me mudei para uma casa com muuuitas escadas há quase dois anos e eu perdi muito peso desde então. Mas eu ainda me sinto sedentária. Mesmo com os quilos a menos, eu ainda não sou alguém saudável. O que derruba muitas dietas e academias: emagrecer não quer dizer nada.

Quero dizer, fazer exercício físico é super necessário, e um alimentação regrada é essencial. Eu cheguei a um ponto que eu rejeito fritura e produtos industrializados porque eu não estou suportando mais o jeito que me alimentava quando era mais nova. Eu tenho vinte anos e o impacto da má alimentação no meu organismo já se tornou muito mais perceptível para mim.

Enfim, eu preparei apenas dez maneiras de se manter socialmente, mentalmente e espiritualmente saudável, testadas e aprovadas por mim mesma, rs. Logo, novas ideias, coisas saudáveis que você faz no seu dia a dia, são muito bem-vindas!

1. Cante em voz alta

A música é ótima. Ouvir música é uma das minhas muitas maneiras de manter a sanidade, rs. Embora algumas pessoas não consigam se concentrar com barulho, eu, no entanto, só consigo me concentrar com música. Contudo, às vezes eu preciso tirar os fones do ouvido, deixar a música rolar enquanto eu canto em voz alta. Eu me sinto mais tranquila, relaxada e alegre é um mood booster natural para mim. O acompanhamento musical pode até ser dispensado, apenas cante alto uma música que goste.

2. Tire intervalos criativos

Eu tive essa ideia um dia e mudou minha vida, rs. Eu sei que parece fácil e fútil manter um blog, mas quando você quer dar o seu melhor, a pressão de ter boas ideias e escrever textos com conteúdo de qualidade te impede exatamente de fazer tais coisas. Estar sempre inspirada é quase impossível, tornando-me mecânica às vezes, e prejudicando o meu processo criativo.

Portanto, quando me sinto presa a uma tarefa interminável, insatisfeita com algo que estou fazendo eu tiro pelo menos cinco minutos para fazer algo criativo. Eu pinto com aquarela, pratico um pouco de tipografia, aprendo mais um pedaço de alguma melodia no teclado ou até mesmo faço um graphic divertido com alguma foto minha no meu celular.

É impressionante o fato de, quase instantaneamente, as ideias surgem e os problemas se resolvem na minha cabeça. Contudo, penso que não precisamos de um dilema para tirar esse tempo. Tire de três em três horas pelo menos! Eu sempre faço uma lista de tarefas na minha cabeça, e enquanto as cumpro, entre uma e outra eu tiro esses momentos que me preparam para lidar com a próxima coisa a ser feita.

#bemestar #wellness
Kirra Jamison em seu estúdio.


3. Tome chá

Desculpe-me, a minha avó fez lavagem cerebral em mim. Não há nada na sua vida que um chá não resolva, rs.

De qualquer forma, é comprovado que chás são realmente bons para sua saúde.
  • Camomila: calmante, combate a ansiedade e a insônia, alivia a enxaqueca e combate as cólicas;
  • Erva Cidreira: calmante, e é aliada do sistema digestivo;
  • Erva-doce: o aroma relaxa, e o chá em si ajuda na digestão;
  • Chá Verde: desintoxicante, ajuda a fortalecer o sistema imunológico, previne de problemas cardiovasculares, possui princípio ativos que ajudam na prevenção do câncer, ajuda a combater cáries, a proteger a pele contra os raios ultravioletas de dentro pra fora, além de não substituir o protetor solar , e ufa acelera o metabolismo;
  • Chá de Gengibre: anti-inflamatório, atua contra cólicas, alivia enjoos e náuseas, e, acredite ou não, combate à celulite.
Meus favoritos são camomila e erva cidreira. Hum, com um livro de noitinha é uma delícia.

4. Plante uma mudinha

Eu não sou a pessoa mais indicada para falar sobre jardins e quintais pergunta a minha mãe, rs. Ela vai dizer que eu não rego não sei para quê, já que choveu, rs. que eu não cuido uai, eu coloquei a planta lá na terra, precisa de mais alguma coisa?! O sol que cuida dela agora, rs.

Enfim, eu plantei duas mudinhas, e uma não anda muito bem, mas a outra está bonita. De fato, eu me esqueço de tratar delas todo dia, mas o que sei é que plantar algo é uma ótima maneira de desestressar e estar perto da natureza sem necessariamente estar na natureza.

Uma horta, por exemplo, seria um projeto bem bacana. Te ajudaria a se alimentar melhor quero dizer, alimentos orgânicos em casa. Além disso, estudos comprovam que jardinagem pode reduzir o risco de desenvolver demência e ajuda a prevenir o Mal de Alzheimer, por combinar atividade física e mental, o que ajuda a promover uma mente positiva...

Ah, e a manutenção dela pode fazer parte dos seus intervalos criativos!

#bemestar #wellness

5. Seja um voluntário

Eu não sou muito boa com pronto-socorro, sou um pouco lenta, ou muito. De qualquer forma, penso que seja lá qual a sua personalidade for, sempre há algum jeito, que se encaixa ao seu jeito, de ajudar as pessoas. Doe seu tempo para cuidar de pessoas. Procure um projeto que admire e ajude. Faça a diferença.

Acho até mesmo que usar seu tempo para conversar, escutar e poder dizer algo construtivo, com alguém que está em um momento difícil já é prestativo. E, não se engane, você é o maior beneficiado.

6. Faça um detox digital

Por favor. Sério, eu fiz isso por esses dias e foi o dia mais produtivo, divertido, e tranquilo em muito tempo.

Eu vivi aquele dia, fiz o que precisava ser feito sem me deparar com dilemas emocionais no meio do caminho – foi maravilhoso, rs. Eu tenho até tentado passar menos tempo no meu celular, tirei as notificações do WhatsApp e limitei a três visualizações por dia, porque eu senti a diferença e experimentei como é bom viver a vida real, rs.

p.s.: Oh, aquele joguinho de caçar desenho animado está super dentro desse detox, please.

Além do mais, estudos comprovam que os smartphones e redes sociais causam ansiedade social, podendo de acordo com Peter Whybrow, diretor do Instituto de Neurociência e Comportamento Humano da UCLA ser comparados a cocaína, pois provocam altos e baixos emocionais durante o dia, podem levar a Nomofobia, que quer dizer medo de estar desconectado, e aumentam o sentimento de solidão.

Bom, tenho certeza que não é novidade para ninguém que o uso exagerado e desequilibrado da tecnologia diminui nosso bem-estar.

7. Seja um local assíduo

Eu amo a minha cidade. O Rio possui muitos pontos turísticos que são uma beleza. No entanto, quando eu penso em viajar, eu sempre penso que vou querer conhecer os lugares fora dos guias turísticos, os que só os locais conhecem.

E, bom, esse é o nosso privilégio: nós somos os locais. Seja lá onde você more, mantenha a curiosidade enquanto anda na vizinhança. Faça uma lista de lugares que você pode chegar em pelo menos vinte minutos que parecem ser bacanas praias, cachoeiras, trilhas, arquitetura estética, muros coloridos ou cobertos de flores... Ah, e não esqueça de levar uma câmera, rs.

Enfim, posso dizer que ser um local assíduo também inclui a prática de esportes, porque uma caminhada que seja pode te levar a lugares novos em seu próprio bairro.

#bemestar #wellness


8. Acampe

Passe um tempo ao ar livre. Faça um piquenique, uma fogueira, abra uma barraca, estenda uma rede...
De fato, eu não sou muito pessoa natureba, mas com certeza eu sei os benefícios de estar em contato com a natureza. Respirar ar puro e sentir o cheiro da terra molhada depois da chuva é revigorante.

E, ah, eu sei que você segue aquelas viajantes no Instagram e suspira por aventuras comece pelo seu quintal, um parque por perto, uma praia segura, ou a sua varanda, rs.

9. Olhe para o alto

Eu sei lá, eu tenho essa coisa com o céu. Eu tiro muitas fotos da imensidão azul, e me sinto um pouco nostálgica quando olho para cima, porque eu sempre tive o costume de observar os céus pela janela.

De qualquer forma, você pode estar na praia ou no meio dos prédios, o azul celeste nunca perde sua beleza. Mesmo nos dias nublados, pense que a chuva traz renovo e crescimento. Sempre há uma lição no céu.

#bemestar #wellness

10. Ande de meia

Acredita-se que andar descalço aumenta o nível de antioxidantes no organismo, reduz o risco de inflamação, e até mesmo melhora o sono. Só que, como estamos no inverno, eu adicionei uma meia para manter o pé quentinho, rs.

Andar de meia dá uma sensação de conforto, e também traz aquela nostalgia da infância. Apenas garanta que o chão de casa não vai deixar ela encardida. Vamos falar dos benefícios de uma faxina... Brincadeira! rs.

foto da capa por Madison Holmlund
fotos do artigo via Pinterest

Qual seu hábito saudável diário que você não abre mão?

C'est tout,

S. xoxo

2 comentários:

Blog Design by Kotryna Bass Design